Aulas na UFVJM de Janaúba já iniciaram PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administrator   
07 de abril de 2014
JANAÚBA -- Um marco na história do município de Janaúba, que merece ser celebrado por toda sociedade, especialmente pela classe educadora, estudantil local e da região. Assim, pode ser definido o último dia 31 de março de 2014 quando, oficialmente a UFVJM (Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri) iniciou as aulas de seus cursos de graduação no município.

Para coroar o dia histórico, a universidade preparou uma solenidade especial de recepção aos ingressantes da UFVJM, Campus Janaúba, primeiro semestre de 2014. O evento aconteceu na sede do CAIC, situado no bairro Veredas, pela manhã, e foi prestigiado por autoridades, universitários, imprensa entre outros convidados, caso do prefeito janaubense, Yuji Yamada; o vereador e presidente da Câmara Municipal de Janaúba, Sérgio Coelho; o deputado estadual, Luiz Henrique; o reitor da UFVJM, Pedro Ângelo de Almeida; o pró-reitor de pesquisa e pós-graduação e coordenador de implantação do campus de Janaúba, professor Cristófaro Silva; pró-reitor de graduação, professor Valter de Andrade Júnior; a pró-reitora de extensão e cultura, professora Ana Catarina; o pró-reitor de assuntos comunitários e estudantis, Herton Helder Rocha, do campus Janaúba e dos primeiros alunos da UFVJM na cidade.

Leia mais...
 
Vacinação contra HPV atinge 71%em meninas de 11 a 13 anos em Janaúba PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administrator   
07 de abril de 2014

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Prossegue até a próxima quinta-feira, dia 10 de abril, a campanha de vacinação contra o HPV em meninas de 11 a 13 anos, em Janaúba. Conforme levantamento feito pelo JORNAL DA SERRA GERAL, a cobertura vacinal neste município é de 71,16%, enquanto que a meta estipulada pelo Ministério da Saúde seja de 80%. A campanha teve início no dia 10 de março. Em Janaúba estão cadastradas na Secretaria Municipal de Saúde 2.025 meninas entre 11 a 13 anos, sendo 662 com 11 anos, 677 com 12 anos e 686 com 13 anos.

Até essa quinta-feira, dia 3 de abril, de acordo com apurações do JORNAL DA SERRA GERAL, haviam sido vacinadas 1.441 meninas, ou 71,16%, sendo 466 (70,39%) com idade de 11 anos, 486 (71,79%) com 12 anos e 489 (71,28%) meninas com 13 anos. A vacinação acontece nas unidades de saúde. A primeira dose encerra no dia 10 de abril. O agendamento para a 2ª dose é com seis meses após a 1ª e para a 3ª dose é com 60 meses após a 1ª, quando é concluído o esquema vacinal e atingida a eficácia desejada.

NA SERRA GERAL -- Além de Janaúba, com o índice de vacinação em 71,16%, a cobertura vacinal contra o HPV em meninas de 11 a 13 anos na região da Serra Geral de Minas, dados obtidos pelo JORNAL DA SERRA GERAL, é a seguinte: Jaíba (70,45%), Gameleiras (50,91%), Verdelândia (79,93%), Capitão Enéas (75,86%), Matias Cardoso (41,06%), Mato Verde (84,21%), Nova Porteirinha (62,96%), Porteirinha (74,27%), Serranópolis de Minas (168,25%, pois foram vacinadas 212 meninas diante do cadastro de 126 meninas), Mamonas (79,87%), Catuti (86%), Monte Azul (63,86%), Pai Pedro (87,15%). Não há dados de Espinosa e Riacho dos Machados.

 
Seca afeta 99% do feijão e do milho em Janaúba PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administrator   
07 de abril de 2014

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – A estiagem que assola o Norte de Minas causa prejuízo superior a R$ 22 milhões na área de sequeiro no município de Janaúba onde 99% da cultura de feijão foi afetada pela seca e também houve perda de 99% no cultivo de milho e 84% na cultura do sorgo forrageiro. Esses dados são referentes ao princípio de março quando houve o último levantamento técnico da safra 2013/2014 pelo escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG) e foram apresentados por Irisvan Aparecido dos Santos, extensionista agropecuário da Emater em Janaúba.

O prejuízo financeiro em decorrência da falta de chuva pode aumentar, segundo estimativa dos extensionistas. De acordo com o relatório da Emater-MG, de uma produção esperada de 2.430 toneladas de milho os produtores de Janaúba irão obter apenas 24 toneladas, representando uma perda de 99%, pois dos 1.350 hectares cultivados ocorreu quebra de produção em 1.200 hectares.

Na safra 2013/2014 a área plantada de feijão teria sido de 250 hectares com uma produção esperada de 300 toneladas, no entanto houve perda de 225 hectares e a colheita de apenas 3 toneladas, resultando em prejuízo de 99%. A cultura de sorgo forrageira apresentou perda de 84%, já que obteve a produção de 25 mil toneladas diante de uma estimativa de 160 mil toneladas. Os agricultores janaubenses plantaram 4 mil hectares de sorgo e, diante da seca, eles presenciaram a perda de 2,4 mil toneladas desse grão.

 
Criminalidade preocupa promotor em Janaúba PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administrator   
25 de março de 2014
JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – A violência e a criminalidade em Janaúba são pontos sensíveis e causam preocupação para a sociedade. Esse fato foi alertado pelo promotor de Justiça Bruno Muller de Oliveira, da Comarca local, durante reunião das comissões da Câmara de Vereadores deste município na segunda-feira, dia 17 de março. “Segundo dados da Polícia Militar, aqui em Janaúba há mais roubos do que em Montes Claros em se tratando de números reais”, mencionou o representante do Ministério Público.
 
Presidindo a reunião conjunta das comissões, o vereador Armando Peninha Batista informou que a Câmara Municipal de Janaúba tem manifestado constantemente sobre a violência, inclusive há poucos dias foram relatados aos dirigentes da Polícia Militar e da Polícia Civil, em reunião ordinária do Legislativo, casos violentos e até atitudes que afrontam o sistema de segurança pública.
 
O Promotor de Justiça chamou a atenção para o caso de falta de espaço para abrigar os presos condenados. O presídio de Janaúba tem a capacidade para 60 presos e no início desta semana abrigava 204 detentos, ou seja, uma superlotação de 240%. Isso traz consequências, pois alguns infratores presos por crime de roubo a mão armada e com pena de seis a oito anos vêm cumprindo a punição no sistema de prisão domiciliar, quer dizer, ficam em casa. Há casos de que alguns deles não hesitam e saem para praticar mais crimes.
 
Perante os vereadores, o promotor Bruno Muller entende que deve ser adotadas medidas urgentes para inibir a violência e a criminalidade. Além das ações sociais, o representante do Ministério Público sugere a construção de mais três ou quatro celas no presídio de Janaúba e a implantação do sistema Apac, espécie de cadeia sem cela, onde o preso de bom comportamento e que não seja perigoso possa cumprir a pena e ao mesmo tempo estudar e trabalhar no próprio sistema.
 
A implantação do centro socioeducativo é outra atitude para mudar a situação preocupante pela qual Janaúba enfrenta. Segundo o promotor Bruno Muller, há menor que detém mais de 30 roubos a mão armada. Isso implica em dizer que Janaúba está absorvendo os problemas de cidade grande, mas com estrutura de cidade pequena.
 
Delegacia regional troca de endereço em Janaúba PDF Imprimir E-mail
Escrito por Fernando Lucas   
21 de março de 2014
JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Desde a última quarta-feira, dia 19 de março, a 3ª Delegacia Regional e demais órgãos da Polícia Civil de Janaúba passaram a funcionar em novo endereço. De acordo com a delegada regional, Gessiane Soares Cangussu, naquela quarta-feira a Delegacia Regional da Polícia Civil de Janaúba passou a funcionar no antigo prédio ds Escola Estadual Antônio Catulé, que fica na rua Espinosa, bairro Novo Paraíso.
 
Além da Delegacia Regional, outros órgãos da Polícia Civil, caso da Delegacia de Trânsito, Delegacia da Comarca, Delegacia da Mulher e o setor de expedição de carteira de identidade passam a funcionar na rua Espinosa, na antiga escola Antônio Catulé.
 
Conselheiros elegem nova diretoria da Fundajan PDF Imprimir E-mail
Escrito por Fernando Lucas   
21 de março de 2014
JANAÚBA -- Na noite deSTA quinta-feira, dia 13 de março, foram realizadas em Assembleia Geral Extraordinária as eleições e posses dos membros do Conselho Diretor e membros do Conselho Fiscal da Fundajan (Fundação de Assistência Social de Janaúba). A Assembleia foi comandada pelo presidente do Conselho Curador da Fundajan, o advogado Charles André Silveira Dias e contou com a participação de conselheiros da entidade bem como de ex-diretores da instituição. A atual diretoria assume a gestão 2014/2017 que terá pelo segundo mandato consecutivo, o bancário Carlos Isaildon Mendes como diretor-presidente do hospital.
 
Com apresentação de chapa única, devidamente indicada por um terço dos membros do Conselho Curador, conforme determina o Artigo 28º - II, do Estatuto Social da Fundajan, e aprovada por unanimidade pelos conselheiros presentes, Carlos Isaildon Mendes permanece como diretor presidente e terá como vice-presidente o engenheiro agrônomo, Luciano Sartori. Também compõem a nova diretoria a aposentada Carmem Lúcia, como 1ª secretária; o empresário e jornalista, Fernando Lucas, como 2º secretário; o administrador de empresas, Willian Oliveira, na função de 1º tesoureiro; e o médico Délio Coelho Junior, como 2ª tesoureiro.
 
Já o Conselho Fiscal Efetivo da Fundajan é formado agora pelo contabilista e advogado Hermano Eustáquio Souza Nunes; pelo empresário e administrador, Jefrson Bertoli e pelo contabilista Domiciano Santana de Sousa. No Conselho Fiscal Suplente, assumem o funcionário público, Argentino Barbosa Ferreira; o aposentado e empresário rural, José Carlos Carmanini e o professor Moacir Brito Oliveira.
Durante a posse, o diretor-presidente recém-eleito, Carlos Isaildon Mendes falou do trabalho feito na gestão passada e frisou a importância de continuar atuando com compromisso e seriedade para o crescimento do hospital. Para a nova gestão Isaildon manifestou que “as diretrizes principais a serem seguidas serão o equilíbrio financeiro da instituição, a criação da controladoria geral e a meta de conseguir a acreditação hospitalar”.
 
Cabe ao Conselho Deliberativo da instituição eleger o Conselho Fiscal e Conselho Diretor do hospital.
 
Os candidatos à eleição deverão ser indicados por no mínimo um terço do Conselho Curador. Podem concorrer as eleições para Conselho Fiscal e Conselho Diretor quem não for remunerado para prestar serviço na Fundajan, com ou sem vínculo empregatício, exceto quando do afastamento de 12 meses antes das eleições. O candidato será eleito desde que obtenha a maioria absoluta dos votos presentes.
 
Jornalista Fernando Lucas assume cadeira na Academia Maçônica de Letras do Norte de Minas PDF Imprimir E-mail
Escrito por Fernando Lucas   
11 de março de 2014
JANAÚBA -- O jornalista Fernando Lucas, diretor-presidente e editor do JORNAL DA SERRA GERAL, toma posse no próximo dia 19 de março, como membro efetivo da Academia Maçônica de Letras do Norte de Minas. Fundada por iniciativa do Conselho de Veneráveis do Norte de Minas e pelos associados presentes no ato de constituição, em 6 de fevereiro de 2014, a referida Academia é uma entidade civil, cultural, sediada em Montes Claros e com abrangência em todo o Norte de Minas Gerais, denominada, abreviadamente por AMALENM.
 
A mesma tem a finalidade de difundir, cultuar e cultivar a cultura e as letras maçônicas; Congregar os maçons que se dedicam às letras em geral; Reivindicar, junto ao Poder Público, as justas aspirações afetas à cultura; Promover conferências, palestras, debates, recitais, encontros, congressos, seminários, fóruns, pesquisas, cursos, concursos literários, painéis e outras manifestações culturais, envolvendo a cultura maçônica e a literatura em geral.
 
Também fazem parte de suas metas, amparar e defender os associados em seus direitos autorais; produzir literatura maçônica, a fim de atender aos interesses da Instituição Maçônica; produzir literatura em geral, obedecendo aos princípios da honradez; colaborar com outras instituições, veiculando cultura de interesse da família e da sociedade.
A solenidade de posse do jornalista fernando Lucas se dará às 20 horas do próximo dia 19, no templo da Loja Maçônica Filho de Hiram, Bairro São José, em Montes Claros.
 
O ACADÊMICO -- Natural de Caratinga, no Leste de Minas Gerais, o jornalista Fernando Lucas há cerca de 25 anos milita no jornalismo e, na região Norte de Minas já se vão 20 anos, tendo iniciado no Jornal do Norte e depois vindo a ser editor do Jornal de Notícias, ambos de Montes Claros. Em Janaúba, ele iniciou seus trabalhos há 16 anos quando veio tomar conta da sucursal do Jornal de Notícias.
 
Em 2001, no entanto, com o fechamento daquela sucursal, fundou o JORNAL DA SERRA GERAL, o primeiro jornal a cores com circulação periódica em Janaúba e o único jornal da cidade a possuir um Portal de Notícias na internet.
 
O município de Janaúba o adotou como Cidadão Honorário já em 2004.
 
Na maçonaria ele ingressou há cerca de dois anos, sendo filiado à Loja Maçônica Fraternidade e Justiça. É também o atual presidente do Lions Clube de Janaúba, onde já atuou como secretário por três anos consecutivos.
 
Novo comandante assume Batalhão de Polícia em Janaúba PDF Imprimir E-mail
Escrito por Fernando Lucas   
11 de março de 2014
JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – O Tenente-Coronel Alexsandro da Silva Almeida assumiu oficialmente na segunda-feira, dia 24 de fevereiro, o comando do 51º Batalhão da Polícia Militar de Janaúba. Ele substitui o também Tenente-Coronel Klevson Pires Martins, que segue para Belo Horizonte onde ficará à disposição da PM mineira.
 
A solenidade de posse foi no quartel da PM de Janaúba que contou com a presença do Coronel César Ricardo Oliveira Guimarães, comandante da 11ª Região da Polícia Militar, que engloba todo o Norte de Minas. Também se fez presente a Coronel Tânia Pereira dos Reis Aguiar, da Diretoria Técnica de Saúde da PMMG. E ainda o Tenente-Coronel Geraldo Wellington Gonçalves Pereira, comandante do 30º Batalhão da PM de Januária; Major Valdecir Gouveia Rodrigues, comandante do 7º Batalhão do Corpo de Bombeiros de Montes Claros.
 
A solenidade de posse do Tenente-Coronel Alexsandro Almeida no Batalhão de Janaúba foi prestigiada pelos prefeitos de Janaúba, Yuji Yamada, e de Nova Porteirinha, Raul Alves da Rocha; pela delegada regional Gessiane  Cangussu, da 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Janaúba. E também pelos promotores de Justiça da Comarca de Janaúba; pelos presidentes das Câmaras de Vereadores de Janaúba, Jaíba, Mato Verde; pelos vice-prefeitos de Janaúba, Rodrigo Rodrigues, e de Nova Porteirinha, Marilza Mendes; representantes de igrejas, dos clubes de serviços, entidades e da comunidade.
 
Antes da posse houve a inauguração do Núcleo de Atenção Integral à Saúde (NAIS) do 51º Batalhão destinado à assistência aos policiais que se encontram na ativa ou na reserva (aposentado) e seus familiares. O NAIS é exercido por policiais militares especializados nas áreas médica e odontológica.
Momento em que antecedeu à posse do Tenente-Coronel Alexsandro Almeida no comando da PM da região da Serra Geral de Minas houve a homenagem ao Tenente-Coronel Klevson Pires Martins por ser o primeiro comandante do 51º Batalhão da PM de Janaúba. Foi implantada a galeria de fotos de comandantes do 51º BPM.
 
No Norte de Minas existem quatro batalhões da Polícia Militar, sendo dois em Montes Claros (o 10º e o 50º), um em Janaúba (51º) e um em Januária (30º).
 
O Tenente-Coronel Alexsandro Almeida já atuou em Janaúba na condição de Capitão e subcomandante da então Companhia da PM, e agora ele tem a missão de conduzir o 51º Batalhão responsável por uma área que correspondente toda a região da Serra Geral de Minas com 14 municípios.
 
Frigorífico de Janaúba é vendido em leilão e pode reabrir as portas PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administrator   
22 de fevereiro de 2014
JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Na tarde dessa quinta-feira, dia 20, houve o leilão do frigorífico de Janaúba arrematado por R$ 40 milhões da massa falida Kaiowa. Foram coletados nove lances com o mínimo de R$ 36 milhões e o máximo em R$ 40 milhões oferecido pelo grupo Minerva, o segundo maior do Brasil no seguimento de frigoríficos, perdendo apenas para o JBS, que também é o maior do mundo.
 
A avaliação mínima do frigorífico janaubense era, segundo a Justiça de São Paulo, R$ 43.169.795,66 e no segundo leilão ocorrido esta semana o maior lance ficou 7,34% abaixo do proposto para os dois leilões. Os lances dados são de propostas condicionais, ou seja, valores menores do que os montantes mínimos estipulados. Nesse caso, a decisão cabe à juíza Jacira Jacinto da Silva, da 16ª Vara Civel da Comarca de São Paulo, responsável pelo processo, e cuja pretensão é acabar com a falência do grupo Kaiowa, que teve lances próximos do mínimos para a aquisição dos frigoríficos Kaiowa em Pires do Rio-GO e em Anastácio-MS, este pretendido pelo grupo JBS.
 
Em contato com o JORNAL DA SERRA GERAL nessa quinta-feira, dia 20, o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba, José Aparecido Mendes Santos, considera que essa decisão é muito especial para Janaúba e para todo o Norte de Minas. “Esperamos agora que reabra, comece os abates e gere emprego e renda aos funcionários e aos produtores rurais”, declarou o líder rural que também é presidente da Associação dos Sindicatos dos Produtores Rurais do Norte de Minas e do Vale do Jequitinhonha (Aspronorte), entidade que agrega 43 sindicatos e 33 mil produtores.
 
De acordo com José Aparecido, a negociação definitiva do frigorífico Kaiowa em Janaúba é um incentivo ao agronegócio da região, pois a unidade industrial janaubense atende os requisitos para a exportação de carne para a Europa e outros países. “Em atividade, o frigorífico irá contribuir de maneira efetiva na economia local e regional”, salientou o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais diante da oferta entre 800 a 1,2 mil empregos o que, a preço de hoje, movimentaria entre R$ 1 milhão a R$ 2 milhões todo mês com o quadro pessoal e em torno de R$ 1 milhão diariamente com a compra de gado para o abate.
Leia mais...
 
Maçonaria, Rotary e Lions se unem à prefeitura e garantem desfecho favorável no caso Ifet/Adejan PDF Imprimir E-mail
Escrito por Fernando Lucas   
10 de fevereiro de 2014
Leia mais...JANAÚBA (Fernando Lucas) -- O impasse entre a Adejan (Associação dos Deficientes de Janaúba) e a prefeitura local, enfim foi solucionada na tarde/noite desta quarta-feira, dia 5, após reuniões encolvento a sociedade civil organizada da cidade, que abraçou a causa e ajudou na solução do problema que se arrastava há meses, se agravava e poderia até mesmo impedir a instalação de unidade do Ifet (Instituto Federal) na cidade. Com previsão inicial de cursos técnicos, o Ifet poderá implantar num futuro bem próximo cursos superiores em Janaúba, sendo transformada em faculdade pública federal (mais uma, além do campus da UFVJM). A entidade resistia em desocupar o imóvel (antiga biblioteca pública) em frente à Câmara, sem que houvesse garantias reais do Poder público para abrigá-los e custear locação em outro logradouro, adequado às necessidades dos afiliados da Adejan. Esse imóvel foi cedido temporariamente para o Ifet, conforme autorização dada em 9 de maio de 2013 pela Câmara Municipal de Janaúba. Intermináveis reuniões entre os representantes da prefeitura e da Adejan foram levadas a efeito. Acordos foram feitos e desfeitos. Prazos foram estipulados e nada.
 
O prazo dado das obras para abrigar as novas instalações do Ifet já estava por encerrar. Outras cidades, principalmente do Sul de Minas já de olho na desistência de Janaúba para levar para lá o importante Instituto, foi quando a sociedade civil organizada, através das Maçonarias e clubes de serviços entraram para tentar ajudar nas negociações de desocupação.
Leia mais...
 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Seguinte > Final >>

Resultados 1 - 14 de 600