Espinosa
PREFEITO DE ESPINOSA É CASSADO PDF Imprimir E-mail
Escrito por Fernando Lucas   
14 de janeiro de 2013

ESPINOSA (por Oliveira Júnior) – O prefeito de Espinosa, Lúcio Balieiro Gomes (DEM), teve o mandato cassado nesta segunda-feira, dia 14 de janeiro, em decisão da Justiça Eleitoral deste município com base em denúncia de compra de votos durante a campanha eleitoral do ano passado. A Juíza Gicélia Milena Santos, titular da 109ª Zona Eleitoral de Espinosa, proferiu a decisão acompanhando o parecer do Ministério Público Eleitoral.

Na decisão, a Juíza Gicélia Santos cassa a diplomação do prefeito Lúcio Baileiro e do vice-prefeito Roberto Rodrigues Muniz. Além disso, a justiça impugna os direitos políticos de Lúcio Balieiro, que já foi prefeito deste município, pelo período de 8 (oito) anos e ainda multa de 25 mil UFIRs, correspondente a algo em torno de R$ 25 mil. Cabe recurso à decisão da Justiça Eleitoral deste município.

NOVA ELEIÇÃO -- Diante do fato de que a chapa Lúcio Balieiro/Roberto Rodrigues obteve mais de 50% dos votos, a Justiça Eleitoral anuncia a realização de nova eleição no município de Espinosa. A data dessa possível nova eleição será definida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Enquanto isso, o presidente da Câmara Municipal assumirá o comando da prefeitura.

TODOS OS DETALHES NA EDIÇÃO IMPRESSA DO JORNAL DA SERRA GERAL NO FINAL DE SEMANA

 
Pólo têxtil de Espinosa ganha incentivo da Caixa PDF Imprimir E-mail
Escrito por Fernando Lucas   
28 de março de 2012

ESPINOSA -- A agência Janaúba da Caixa Econômica Federal, vinculada à recém criada SR Norte de Minas, assinou no último dia 16, convênio Caixa APL (Arranjo Produtivo Local), que beneficiará mais de 70 empresas da cidade de Espinosa, onde se instalou um pólo têxtil, com taxas diferenciadas e operação do PIS no valor de R$ 30 mil a juros de 0,83% a.m. que muito contribuirá com as micros e pequenas empresas locais.

O município de Espinosa, situado na região da Serra Geral, outrora grande produtor de algodão, passou por um período de adaptação com o fim do ciclo algodoeiro e renasce nos últimos anos como o maior pólo têxtil da região norte-mineira.

Espinosa possui uma população acima de 31.000 habitantes e são mais de 70 empresas produzindo roupas para todos os gêneros e idades, gerando 1.050 empregos diretos, tendo como empresa âncora a Amil Confecções, gigante na região que movimentou acima de R$ 8 milhões em 2010, fechou 2011 na ordem de R$ 12 milhões e possui projeto para expansão do parque para o recém criado Pólo Têxtil, espécie de distrito industrial que abrigará além da Amil todas as confecções da cidade, trabalhando ordenadamente e vendendo no próprio pólo para os compradores e sacoleiros da região e de outros estados, assim como ocorre na cidade de Goiânia/GO. O investimento previsto para o galpão e maquinário da Amil ultrapassa R$2,8 milhões.

Leia mais...
 
Carnaval de Espinosa empolga foliões PDF Imprimir E-mail
Escrito por Fernando Lucas   
28 de fevereiro de 2012

Leia mais...ESPINOSA (Fernando Lucas) -- O carnaval em Espinosa atraiu foliões de muitas cidades da região, do Estado e de outras partes do país e foi coroado de sucesso. Famílias inteiras foram para a praça curtir os shows com misturas de vários ritmos. A festa na cidade foi muito democrática, teve espaço para todas as idades e resultou numa das maiores festas populares da região da Serra Geral de Minas.

Com cobertura total da InterTV Grande Minas (afiliada da Rede Globo), que esteve presente na cidade e elogiou a estrutura montada para receber os foliões, bem como a tranquilidade com que a folia se deu na cidade de Espinosa.

O Carnalegria de Espinosa, este ano, reuniu milhares de foliões, que puderam, no cicuito fechado da Praça Antonino Neves, com uma grande infra-estrutura, desfrutar da festa, regada à alegria, descontração, tranquilidade e animação. Foram quatro dias de folia, que teve início no sábado, dia 18 e se prolongou até a terça-feira, dia 21. Bandas como Abadaba, Som do Povo, Papalégua, Balanço do Bonde, Paulinha Abelha e Marluz e 5ª Dimensâo agradaram a todos com seus ritmos variados.

Durante todas as noites passaram pelo circuito da folia do Carnalegria de Espinosa, cerca de 15 mil pessoas (por noite), como a baiana Kainanda Souza Silva, que veio de Salvador especialmente para curtir o carnaval de Espinosa e se disse satisfeita com o que encontrou. “Estou adorando o carnaval daqui.” Image

Leia mais...
 
Empresário dono da gráfica Dejan morre em acidente perto de Espinosa PDF Imprimir E-mail
Escrito por Oliveira Jr.   
21 de novembro de 2011
ESPINOSA – O empresário José Leão Pereira, o Deca da Dejan, morreu no início da noite de ontem, domingo, dia 20 de novembro, em acidente na BR-122, trecho entre Espinosa e Monte Azul, na região da Serra Geral de Minas.

O empresário dirigia um carro que capotou. José Leão Pereira ou Deca, tinha 52 anos e comandava um grupo de empresas em Espinosa, Janaúba e em outras localidades do Norte de Minas.A cidade de Espinosa está comovida com a morte do empresário José Leão, o Deca, dono da Dejan Gráfica e de outros empreendimentos, caso de lojas, madeireira que levam a marca Dejan.

 
TRE confere eleitorado de Espinosa PDF Imprimir E-mail
Escrito por Fernando Lucas   
05 de maio de 2011

ESPINOSA -- Espinosa terá correição eleitoral, uma espécie de recontagem proporcional do número e domicílio de eleitores. O pedido, que havia sido feito pelo deputado estadual Tadeuzinho Leite, após recebimento de denúncias e da constatação do elevado índice de eleitores que não compareceram ás urnas nas últimas eleições, foi acatado pelo Tribunal Regional Eleitoral, que determinou ainda a correição em outros 18 municípios.

Em resposta a solicitação do deputado Tadeuzinho Leite, o TRE determinou que seja feita a verificação do número e endereço de eleitores, levando-se em conta principalmente que o número de abstenções nas últimas eleições foi superior a 20%. Assim, a correição terá início no dia 16 de maio devendo ser concluída obrigatoriamente no dia 16 de junho deste ano. O controle ficará sobre a responsabilidade do juiz eleitoral e será fiscalizado pelo representante do Ministério Público.

Os partidos políticos, através de seus representantes legais, receberão cópia do edital da Correição. Neste caso o juiz eleitoral deve promover reunião com os representantes partidários, fornecendo-lhes, na ocasião, esclarecimentos pertinentes ao processo a ser instaurado.

O juiz eleitoral irá ordenar uma conferência, por amostragem, da efetiva residência do eleitorado de cada Seção existente no município, no percentual de 1% a 5%, segundo o seu arbítrio, destacando, aleatoriamente, os nomes dos eleitores que serão submetidos à verificação. Além dos eleitores destacados de forma aleatória, aqueles cujos nomes forem apontados em denúncias de irregularidades, por partidos políticos e pelo Ministério Público, também deverão ser investigados. O objetivo principal é tentar detectar possíveis transferências irregulares de eleitores, comuns principalmente durante as eleições de prefeito.

 
<< Início < Anterior | 1 2 | Seguinte > Final >>

Resultados 1 - 9 de 13