Catuti
Mato Verde e Catuti adotam rodízio para garantir abastecimento de água PDF Imprimir E-mail
Escrito por Fernando Lucas   
12 de outubro de 2015
CATUTI -- Minas Gerais está sofrendo com a combinação de falta de chuva, calor e o aumento no consumo de água. Nesta semana, pelo menos mais quatro municípios atendidos pela Copasa adotaram sistema de rodízio no abastecimento. Segundo a Companhia, Mato Verde e Catuti, na região da Serra Geral de Minas, são duas delas e estão sendo abastecidas com restrições.
 
Em alguns bairros de Mato Verde e no distrito de São João do Bonito os registros serão fechados durante a maior parte do dia. Já em Catuti, a região que dá saída para a cidade de Mato Verde também ficará sem água.
 
Catuti adere ao PIP Municipal PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administrator   
12 de junho de 2013

CATUTI (Elen Valéria de Sá) -- A administração municipal de Catuti “Construindo Resultados”, através da sua Secretaria Municipal de Educação assinou a adesão ao PIP Municipal (Programa de Intervenção Pedagógica). O PIP Estadual já existia e agora os municípios estão aderindo ao PIP Municipal.

O PIP Municipal visa a integração do Serviço Pedagógico com professores e alunos dos anos iniciais das escolas municipais, contribuindo assim, para um trabalho pedagógico mais preciso, com a aplicação de diagnósticos com os alunos que possuem baixo e intermediário desempenhos escolares. O PIP Municipal visa ainda o trabalho direto com capacitação de professores.

Em Catuti, as analistas educacionais do PIP Municipal são as pedagogas: Alessandra Kelly Leão Alves e Rosely Oliveira. As analistas foram capacitadas em Montes Claros pela equipe da Secretaria Estadual de Belo Horizonte para desenvolver o trabalho no município de Catuti. As profissionais vão estar presentes nas escolas municipais atendendo a demanda de cada escola e aplicando diagnósticos todo ano.

Leia mais...
 
Tribunal reverte sentença e valida reeleição de Hélio Pinheiro em Catuti PDF Imprimir E-mail
Escrito por Fernando Lucas   
21 de outubro de 2012

CATUTI -- O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), na sua sessão de quinta-feira, dia 11, reformou sentença de primeiro grau que havia cassado o registro às eleições deste ano do atual prefeito e candidato à reeleição em Catuti, Hélio Pinheiro da Cruz Júnior (PP), por abuso de poder político e econômico. A decisão acompanhou o voto da relatora dos processos (RE 55884, RE 56224 e RE 64455), juíza Alice Birchal, que reverteu decisões anteriores em três ações de investigação judicial eleitoral formuladas pela Coligação "Povo Forte" (PDT, PSD, PSL, PTC).

Como nas eleições realizadas no último dia 7 de outubro, Hélio Pinheiro foi o mais votado no município (com 1.924 votos), a justiça eleitoral de Porteirinha (226ª zona eleitoral) foi comunicada da decisão da Corte Eleitoral, e retotalizou a eleição no município para que os votos de Hélio fossem computados no sistema e ele seja considerado eleito.

Em uma das ações, baseada em uma suposta conduta vedada (utilização do nome e imagem do atual prefeito e candidato à reeleição, bem como de slogan e símbolos de administração pública em placas e faixas de publicidade afixadas em diversos órgãos públicos e no centro de Catuti), a juíza Alice considerou que "não há nos autos provas robustas o suficiente para que se possa concluir que dela tenha decorrido grave e irreparável prejuízo à normalidade das eleições vindouras". A juíza do TRE apenas manteve uma multa individual de 5 mil UFIRs a Hélio Pinheiro e à sua candidata a vice, Dedi Batista (PMDB).

Nos outros dois recursos - patrocínio de festas na região pelo candidato, mediante utilização sistemática de seu nome e do slogan "apoio cultural Hélio Pinheiro, com Catuti onde Catuti estiver", e participação do candidato em carreata para mostrar veículos doados pela União ao município – também a relatora dos processos fundamentou seu voto na "inexistência de provas robustas para deduzir que tenha derivado de um planejamento tão meticulosamente arquitetado e preparado e ainda que dela tenha decorrido grave e irreparável prejuízo à normalidade das eleições vindouras".

Quanto ao patrocínio de festas, a magistrada avaliou que, "considerando que os eventos foram realizados fora da cidade, que o recorrente não compareceu aos eventos, que os eventos foram de curta duração e que não houve nenhuma atitude dele que agravasse a situação, tenho que as circunstâncias não guardaram maior gravidade e, por isso, de fato, entendo que houve uma desproporção entre a conduta e a sanção".

Nas eleições deste ano, em Catuti, o outro candidato a prefeito, José Barbosa Filho (PDT), ficou em segundo lugar, com 1.528 votos.

Em contato com o prefeito reeleito Hélio Pinheiro, ele disse não entender os motivos da oposição estar tumultuando o processo legítimo das eleições em Catuti, onde ele obteve cerca de 52% dos votos o que, por exemplo, caso acontecesse de anular o pleito, "o segundo colocado não seria o beneficiado e sim teríamos outra eleição no município, como manda a lei", disse. (Fonte: TRE-MG)

 
RESULTADO FINAL PDF Imprimir E-mail
Escrito por Fernando Lucas   
08 de outubro de 2012
 
Coleta Seletiva de lixo é realidade em Catuti PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administrator   
07 de maio de 2012

CATUTI (Elen Valéria de Sá) -- Foi realizada na quarta-feira 18 de março, no município de Catuti, a implantação da "Coleta Seletiva de Lixo", dentro do Projeto "Reciclando Oportunidades". O evento foi realizado pela prefeitura, administração "Construindo Resultados" e organizado pelo Codema (Conselho Municipal de Conservação e Defesa do Meio Ambiente), sob a direção do presidente, Robson Freitas. O evento contou com a participação da Escola Municipal Guilhermino José Pereira e Estadual José Barbosa de Souza e participação efetiva da comunidade em geral. Os alunos fizeram manifesto pelas ruas da cidade divulgando o referido projeto e convidando a população para participar. A passeata finalizou na Praça Bom Jesus com a implantação do Programa da "Coleta Seletiva de Lixo".

O movimento foi realizado através do importante apoio das Secretarias Municipais de Educação, Social e Saúde e contou com as imprescindíveis presenças do prefeito, Hélio Pinheiro; do vice-prefeito, Divaldo Alves; secretários municipais e de Rosélia Ferreira, técnica social do Projeto Reciclando Oportunidades -- Reciclanorte, que abrange 11 municípios no Norte de Minas, sendo Catuti um deles.

Foi ministrada importante palestra por Leda Costa, representante do Insea (Instituto Nenuca de Desenvolvimento Sustentável) que tem como objetivo realizar trabalhos a serem desenvolvidos no município de Catuti de forma sustentável, além de assistência técnica para a constituição de novas redes de comercialização de recicláveis e fortalecimento das redes em funcionamento em Minas Gerais, incluindo avaliações de resultados, revisão de planejamento e reforço da mobilização social.

Participaram do evento também, famílias capacitadas para fazer a separação do material reciclável. Na concentração na Praça Bom Jesus houve apresentações artísticas feitas pelos alunos das Escolas Municipal e Estadual, além de shows com os palhaços da "Coleta Seletiva".

O presidente do Codema local salienta que o Conselho está ativo e Catuti vem atuando para o melhoramento das questões ambientais evitando a poluição do Meio Ambiente. Robson acrescenta que está trabalhando com uma equipe capacitada para atuar na correta coleta seletiva do lixo, encaminhando para o lugar adequado, trabalhando com reciclagem e com a limpeza constante da cidade, além do importante trabalho de conscientização ambiental realizados nas Escolas com crianças, adolescentes, jovens e adultos.

O prefeito Hélio Pinheiro, satisfeito com a iniciativa, salientou que a cidade cresce e desenvolve quando pessoas atuam em prol desse desenvolvimento sustentável, uma vez que a capacitação de pessoal para trabalhar com as questões de preservação do meio ambiente é de sua importância para que a população catutiense se conscientize e contribua para a não degradação ambiental.

 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 | Seguinte > Final >>

Resultados 1 - 9 de 63