Polícia diz que Zé de Pulú agia como Lampião PDF Imprimir E-mail
Escrito por Fernando Lucas   
13 de fevereiro de 2009

ImageRIACHO DOS MACHADOS -- O fazendeiro José Martins de Melo, de 76 anos, o “Zé de Pulu” (FOTO), preso em Riacho dos Machados, semana passada, agia como Lampião espalhando terror no Norte de Minas. ”Como no cangaço, ele chegava com as armas na cintura, expulsava as pessoas, dizendo que era o dono das terras, praticando grilagem. Com medo, as pessoas fugiam, deixando tudo para trás”, conta o sargento Elton Freitas, da Polícia Militar de Janaúba.

Tal como Lampião e seu bando, Zé de Pulu vivia foragido da polícia, numa região de difícil acesso, na localidade de Morro Grande, em cima da Serra do Espinhaço. Com o fazendeiro preso, foram apreendidos três espingardas e dois revólveres 38. “Pulu” foi levado para a cadeia de Porteirinha.

Ele é acusado de ser mandante de dois homicídios ocorridos em Porteirinha: o primeiro deles foi de um soldado, ocorrido em maio de 1984. O segundo crime foi o assassinato do advogado Airson Mendes de Brito, o “doutor Binha”, em frente fórum da cidade, em outubro de 1995.

 
< Anterior   Próximo >