O MELHOR JORNAL DA REGIÃO!

ASSINE (38) 3821-3247 E 9113-0163

O MELHOR JORNAL DA REGIÃO! O MELHOR JORNAL DA REGIÃO!

O MELHOR PARA SEU FILHO (A)

(38) 3821-1089 - Janaúba

O MELHOR PARA SEU FILHO (A) O MELHOR PARA SEU FILHO (A)
Servidores da Educação e Limpeza Pública de Janaúba paralisam atividades PDF Imprimir E-mail
Escrito por Fernando Lucas   
14 de setembro de 2013

ImageJANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Os funcionários da área de Educação e da Limpeza Pública da prefeitura de Janaúba paralisaram as atividades nesta semana. Parte das categorias foi para frente da prefeitura manifestar por melhores condições salariais e de trabalho. A greve foi por três dias, ou seja, entre terça-feira e quinta-feira desta semana. Servidores contratados, principalmente da limpeza pública continuaram trabalhando.

Na quarta, dia 11 e nessa quinta-feira, dia 12, os funcionários saíram em caminhada entre a prefeitura e a área comercial protestando e justficando o motivo da paralisação.

Os profissionais da Educação pedem melhorias no plano de cargo e salário, enquanto que os servidores da limpeza reivindicam também o benefício de insalubridade.

Essa foi a segunda paralisação de funcionalismo público município na atual administração em menos de dois meses. No dia 30 de julho passado, os agentes comunitários de saúde e os agentes de endemias cruzaram os braços pelo período de 24 horas. Essa categoria havia anunciado uma provável greve para o dia 21 de agosto, o que não ocorreu. Mesmo assim, os agentes de saúde estão em alerta.

O QUE DIZ A PREFEITURA -- Em nota da prefeitura, a atual administração explica que “no momento, estão incompatíveis com a Lei de Responsabilidade Fiscal as reivindicações apresentadas pelos sindicatos quanto à aprovação de novo Plano de Cargos e Salários, prorrogação da licença maternidade e concessão de Plano de Saúde. Uma vez que a despesa total com pessoal excede a 51,3% da receita corrente líquida, o município está impedido de conceder vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração a qualquer título, criação de cargo, emprego ou função, alteração de estrutura de carreira que implique aumento de despesa”.

 
< Anterior   Próximo >