PM prende acusado de estuprar professora PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administrator   
02 de dezembro de 2015
NOVA PORTEIRINHA (por Oliveira Júnior) – O cotidiano de uma mulher em transferir os seus conhecimentos para a formação educacional de crianças e jovens foi interrompido de maneira cruel por um homem que atacou a professora quando esta retornava da escola para casa. Essa violência sexual ocorreu no final da tarde de ontem, terça-feira, 1º de dezembro, no município de Nova Porteirinha. O estuprador foi preso pela Polícia Militar.
 
Após mais um dia de serviço em ensinar as crianças do distrito de Vila Nova dos Poções, município de Janaúba, e de outras comunidades, inclusive de Nova Porteirinha, a professora pegou a motocicleta e voltava para casa, numa comunidade em Nova Porteirinha.
 
Porém, nas imediações da comunidade de Paraguaçu, município de Nova Porteirinha, a educadora teve o seu percurso interceptado por um homem – segundo a polícia, tem residência no distrito de Vila Nova dos Poções – que numa atitude agressiva imobilizou a mulher, sendo esta arrastada para o mato onde consumiu a violência física e sexual.
 
O tarado estuprou a professora e depois fugiu. Ferida e em estado de choque diante do ato violento, a educadora ficou em prantos na estrada. Ela conseguiu ajuda de outras pessoas que providenciaram o encaminhamento da profissional da educação ao pronto socorro do Hospital Regional de Janaúba onde foi submetida a exames que, segundo a polícia, indicaram vestígios de violência sexual.
 
Tão logo o fato chegou ao conhecimento do 51º Batalhão da Polícia Militar de Janaúba houve a intensificação dos trabalhos de apoio à unidade da PM de Nova Porteirinha em identificar e localizar o autor dessa violência sexual. Em pouco tempo, os militares prenderam o homem acusado desse estupro.
 
Revoltados, moradores das comunidades e amigos da professora foram à casa do suspeito do estupro com a pretensão de danificar os móveis e o imóvel, porém foram contidos pela polícia. O acusado da violência sexual contra a professora foi preso pelos militares e levado para o quartel da Polícia Militar de Nova Porteirinha onde foi efetuado o boletim de ocorrência, enquanto dezenas de pessoas aglomeraram ao redor da unidade policial e clamavam por justiça. O acusado foi levado para o presídio de Janaúba
 
< Anterior   Próximo >