Greve de caminhoneiros deixa Janaúba sem combustíveis PDF Imprimir E-mail
Escrito por Fernando Lucas   
28 de maio de 2018
JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Desde a manhã de quarta-feira, dia 23 de maio, os pátios de postos de gasolina em Janaúba, principalmente os que se encontram na imediação da rodovia BR-122, estão com concentração de caminhoneiros que aderiram ao movimento nacional em protesto aos constantes aumentos dos combustíveis.

 
Vários motoristas de carros e condutores de motocicletas enfrentaram filas nos postos de Janaúba para abastecer os veículos. Já na quinta-feira, dia 24, todos os postos de Janaúba já não tinham combustível.

 
MANIFESTO NA REGIÃO -- Já manhã daquela quinta-feira, dia 24 de maio, teve início um manifesto na rodovia MG-401 no trecho entre Jaíba e Matias Cardoso. Parte dessa rodovia que dá acesso ao Projeto Jaíba esteve interditada, principalmente com caminhões e tratores, em adesão ao movimento iniciado pelos caminhoneiros no país.

 
Também ouve manifesto na rodovia BR-251, que liga Montes Claros à rodovia Rio-Bahia. Nessa via a paralisação dos motoristas de caminhão iniciou na segunda-feira, dia 21. O pátio dos postos de combustível ao longo da BR-251 estiveram lotados com caminhões e os mais diversos tipos de cargas.

 
AVISO -- O delegado regional de Janaúba, Bruno Fernandes, preocupado com a situação nos postos da cidade pediu, através de suas redes sociais, apoio da população de Janaúba e de toda região da Serra Geral, para ajudar a Polícia Civil na identificação de postos e revendedores que estiverem praticando preços abusivos na venda de combustíveis e gás de cozinha. “Precisamos de ação imediata. O fundamento é o art. 4º, alínea b, da Lei 1521”, argumentou ele.
 
Próximo >