Projeto lança desafios aos jovens produtores de Jaíba PDF Imprimir E-mail
Escrito por Fernando Lucas   
12 de maio de 2007
JAÍBA -- O Projeto "Juventude Rural Empreendedora", coordenado pela Unidade da Emater/MG no Projeto Jaíba tem como meta capacitar 60 jovens – de 16 a 24 anos – filhos de agricultores familiares do Projeto Jaíba. Os objetivos são inseri-los e promover a sua inclusão no processo produtivo, desenvolver competências e habilidades para uma atuação empreendedora, solidária, com responsabilidade social e ambiental.

Segundo Thiago Carvalho de Alves Araújo, cientista social, especialista em Extensão Rural Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, Extensionista de Bem-Estar Social da Emater/MG no Projeto Jaíba, o programa de capacitação iniciou em fevereiro último e desde então os jovens já tiveram a oportunidade de trabalhar temas fundamentais para o seu desenvolvimento integral: Agricultura Familiar, Sociologia Rural, Ética e Cidadania, Meio Ambiente, Comercialização e Mercado, Segurança Alimentar e Empreendedorismo. Até o final do projeto, os jovens ainda desenvolverão os temas: Agroecologia, Organização e Gestão Social, Sexualidade, Planejamento e Administração Rural e, por último, passarão por um treinamento para elaboração do Plano de Negócios, sob coordenação do Sebrae.

Com uma metodologia participativa, os encontros extrapolam a sala de aula. Os jovens têm a oportunidade de desenvolver os conhecimentos na prática, através de reuniões problematizadoras, caminhada ecológica, excursões, oficinas de intercâmbio, participação em seminários. Com uma carga horária prevista para 130 horas, o Projeto Juventude Rural Empreendedora habilitará os participantes a acessar o Pronaf Jovem, o que aumentará significativamente o acesso ao crédito para este público.

Thiago Araújo diz que, atualmente os jovens estão sendo desafiados a implementar o projeto das Unidades Coletivas de Produção Juvenil. Essas unidades funcionarão no sistema de lavoura comunitária, de adesão voluntária, obedecendo os princípios da Agroecologia. Esta proposta tem como objetivos colocar em pratica a teoria, exercitar algumas características do comportamento empreendedor - busca de oportunidade e iniciativa, persistência, correr riscos calculados, comprometimento, busca de informações, estabelecimento de metas, planejamento e monitoramento sistemáticos, persuasão e rede de contatos, independência e autoconfiança. A maior parte da comercialização da produção será destinada ao Programa de Compra Antecipada da Agricultura Familiar da Conab. O restante destinado ao mercado interno e rateado entre aqueles que trabalharam na Unidade.

É importante ressaltar que trata-se de um projeto piloto, baseado em demandas diagnosticadas nas reuniões de planejamento participativo das Glebas A e F do Projeto Jaíba, quando se detectou a necessidade de uma política pública direcionada para a juventude rural, uma vez que este público está abandonando a agricultura familiar para trabalhar nas áreas de agricultura empresarial ou saindo para continuar os estudos em cidades maiores. Através de um projeto inovador e ousado como este, com foco no empreendedorismo e na capacitação de recursos humanos para desenvolvimento rural sustentável, envolvendo parcerias importantes como o Sebrae, a Codevasf, o DIJ, o IEF, Epamig e a prefeitura de Jaíba, esse processo pode ser revertido ou pelo menos paralisado.

 
< Anterior   Próximo >