ArtBanners1



O MELHOR JORNAL DA REGIÃO!

ASSINE (38) 3821-3247 E 9113-0163

O MELHOR JORNAL DA REGIÃO! O MELHOR JORNAL DA REGIÃO!

O MELHOR PARA SEU FILHO (A)

(38) 3821-1089 - Janaúba

O MELHOR PARA SEU FILHO (A) O MELHOR PARA SEU FILHO (A)
Servidores da Educação e Limpeza Pública de Janaúba paralisam atividades
14 de setembro de 2013

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Os funcionários da área de Educação e da Limpeza Pública da prefeitura de Janaúba paralisaram as atividades nesta semana. Parte das categorias foi para frente da prefeitura manifestar por melhores condições salariais e de trabalho. A greve foi por três dias, ou seja, entre terça-feira e quinta-feira desta semana. Servidores contratados, principalmente da limpeza pública continuaram trabalhando.

Na quarta, dia 11 e nessa quinta-feira, dia 12, os funcionários saíram em caminhada entre a prefeitura e a área comercial protestando e justficando o motivo da paralisação.

Os profissionais da Educação pedem melhorias no plano de cargo e salário, enquanto que os servidores da limpeza reivindicam também o benefício de insalubridade.

Essa foi a segunda paralisação de funcionalismo público município na atual administração em menos de dois meses. No dia 30 de julho passado, os agentes comunitários de saúde e os agentes de endemias cruzaram os braços pelo período de 24 horas. Essa categoria havia anunciado uma provável greve para o dia 21 de agosto, o que não ocorreu. Mesmo assim, os agentes de saúde estão em alerta.

O QUE DIZ A PREFEITURA -- Em nota da prefeitura, a atual administração explica que “no momento, estão incompatíveis com a Lei de Responsabilidade Fiscal as reivindicações apresentadas pelos sindicatos quanto à aprovação de novo Plano de Cargos e Salários, prorrogação da licença maternidade e concessão de Plano de Saúde. Uma vez que a despesa total com pessoal excede a 51,3% da receita corrente líquida, o município está impedido de conceder vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração a qualquer título, criação de cargo, emprego ou função, alteração de estrutura de carreira que implique aumento de despesa”.

 
Cruzes no cemitério da barragem sumiram
14 de setembro de 2013

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – As cruzes de um cemitério que surgiram com o baixo nível de água da barragem Bico da Pedra, em Janaúba, recentemente, simplesmente sumiram, conforme apurações do JORNAL DA SERRA GERAL. As denúncias são de frequentadores do lago da represa que se surpreenderam com o provável furto das cruzes.

Esse cemitério fica na região de Taquaril e teria sido encoberto diante da construção da barragem e, obviamente, com a cheia do lago. No entanto, com a seca na região, a represa tem perdido quase 13 metros da sua capacidade fazendo com que retorne à superfície àquilo que teria sido inundado.

Desde o ressurgimento do cemitério, comprovado pelas cruzes feitas de madeira da espécie aroeira e que continuavam intactas, o local recebeu constantes visitas de pessoas, algumas parentes dos entes que tivessem sido sepultados naquele cemitério. Outras pessoas foram por curiosidade.

O caso ganhou repercussão no Estado. Além do JORNAL DA SERRA GERAL, do site do Jornalista Oliveira Júnior terem divulgado o fato, o “aparecimento” do cemitério também foi destaque em reportagem da InterTV/Globo e de outros meios de comunicação.

No entanto, no último final de semana, o cemitério voltou a desaparecer. No local não são mais vistas as cruzes. O estranho é que a cerca (parte no solo e parte coberta pela água) que demarcava o cemitério continua intacta. O caso poderá ser encaminhado à Polícia Militar e à Polícia Civil e até ao Ministério Público para investigação sobre o desaparecimento com indícios de furto das cruzes e apurar a responsabilidade de quem teria determinado a retirada desses materiais que indicavam a existência, ali, de um cemitério.

(FOTO À ESQUERDA AS CRUZES ENCONTRADAS E À DIREITA O MESMO LOCAL SEM ELAS)

 
PM prende pais por ocultação de cadáver do próprio filho
14 de setembro de 2013

JAÍBA -- Na última quarta-feira, dia 11, por volta das 11h35, a 238ª Cia. de Polícia Militar de Jaíba recebeu uma denúncia anônima dando conta de que no povoado conhecido como assentamento de Canjicas, naquele município, uma criança havia sido assassinada pelos seus próprios pais e estes a enterraram no quintal da residência, um sítio. Ao chegarem no local dos fatos, os policiais conversaram com a mãe da referida vítima e esta relatou, a princípio, que realmente a criança havia falecido, devido a uma intoxicação alimentar, por ter ingerido mandioca brava, e que a criança havia sido socorrida pelo seu esposo e pai da criança,até o hospital de Janaúba, onde entrou em óbito e foi enterrada também na cidade de Janaúba.

A guarnição disse então que iria se certificar junto àquela instituição sobre a entrada e o possível óbito da vítima, quando então a mãe teria mudado sua versão em relação aos fatos, relatando em seguida que, por volta das 15 horas do último dia 8 de agosto, encontrou a criança (seu filho), caída de cabeça para baixo dentro de um buraco e que não teve forças suficiente para retirá-lo de lá. Disse ter feito contato, através do seu telefone, com seu esposo, e que este, por volta das 18 horas da mesma data chegou em casa e, ao retirar a criança do referido buraco, esta já não possuía sinais vitais, além de que a vítima já apresentava enrijecimento cadavérico e seu corpo estava frio, entendendo então que a criança já estava morta. Diante do acontecido acharam por enterrá-la em sua propriedade.

Em conversa com o pai da criança, este reafirmou a versão da sua esposa. Diante das declarações da mãe, a guarnição solicitou a ela que mostrasse o local onde a criança havia sido enterrada. O local onde foi enterrada a criança fica dentro da propriedade dos pais, a cerca de quinhentos metros da residência, dentro de uma mata. Houve a necessidade da guarnição PM iniciar uma pequena escavação para confirmar o fato.

Após confirmado o acontecido, a mãe foi presa no local e seu esposo, o pai da criança foi preso no projeto Jaíba, pelos policiais militares do destacamento de Mocambinho. Ambos foram encaminhados para a delegacia da cidade de Janaúba.

 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Seguinte > Final >>

Banners