Favenorte quer recuperar registros de nascimentos em Mato Verde
Escrito por Fernando Lucas   
14 de maio de 2016
MATO VERDE (* Elen Valéria de Sá) -- A Favenorte acaba de lançar a Pedra Fundamental para a construção do seu “Centro de Parto”. As obras devem se encerrar em setembro, ainda deste ano. De acordo com a proposta daquela faculdade, mulheres grávidas que, invariavelmente, têm que se deslocar de Mato Verde para outros centros para terem seus bebês, poderiam tê-los, no município.
 
Assim, espera a direção daquele educandário, a cidade de Mato Verde voltaria a produzir as suas certidões de nascimento. Segundo Oscar Lisandro, idealizador do “Centro de Parto”, e diretor da Favenorte, o objetivo desta obra é atender as gestantes que saem do município para terem seus filhos em outras cidades, como em Porteirinha, Monte Azul, Janaúba e Montes Claros. Ele conta que, “há alguns anos não nasce um filho de Mato Verde, pois não se realiza mais partos em nossa cidade. Com muita vontade de voltar a ver nascer matoverdenses que tive a iniciativa de construir este Centro de Parto, para atender as nossas gestantes, realizando todos os procedimentos de forma gratuita”, atesta Oscar Lisandro, satisfeito com a repercussão que o referido projeto vem encontrando na cidade e região (* Ajudou, Fernando Lucas). LEIA MAIS SOBRE O ASSUNTO NO JORNAL IMPRESSO